Iniciar sessão

Navegar para Cima
A aplicação Web não foi encontrada em http://civisa.azores.gov.pt/civisa. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
A aplicação Web não foi encontrada em http://civisa.azores.gov.pt/civisa. Verifique se escreveu o URL correctamente. Se o URL tiver de fornecer conteúdo existente, o administrador do sistema poderá ter de adicionar um novo mapeamento do URL do pedido à aplicação de destino.
Última hora:
  • Ilha de S. Jorge (Sistema Vulcânico Fissural de Manadas) em Alerta Científico V3, após reativação do sistema vulcânico em profundidadeIlha Terceira (Vulcão de Santa Bárbara) em Alerta Científico V2 devido aos níveis de atividade microssísmicaAtividade sísmica na ilha de São Jorge encontra-se acima dos valores normais de referênciaAtividade sísmica no Vulcão de Santa Bárbara (ilha Terceira) encontra-se acima dos valores normais de referênciaIlha de S. Jorge, último sismo sentido: 18 de setembro às 13:06h, intensidade máxima III na freguesia de Santo AmaroCIVISA apela ao preenchimento do inquérito de macrossísmica em caso de sentir um sismo



Caracterização

 

 

capelo9.jpg

O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) foi criado pelo Governo Regional dos Açores e a Universidade dos Açores a 30 de julho de 2008 com o objetivo principal de garantir a conceção, desenvolvimento, implementação e gestão de um sistema multiparamétrico de monitorização, alicerçado em conhecimento e critérios científicos e tecnológicos. Assentou tal iniciativa na “necessidade de se garantir o funcionamento de um serviço integrado para a monitorização e informação permanente dos perigos geológicos que colocam em risco a segurança das populações e a estabilidade social e económica da Região”, conforme o enunciado na Resolução do Conselho de Governo n.º 84/2008, de 12 de junho. Em termos práticos, a operacionalidade do CIVISA tem sido garantida por uma estrutura de assessoria técnica e científica própria, que beneficia de uma estreita colaboração entre o Instituto de Investigação em Vulcanologia e Avaliação de Riscos (IVAR), da Universidade dos Açores, e o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA).
 

O trabalho que o CIVISA tem desenvolvido desde a sua criação em prol da segurança e salvaguarda de pessoas e bens, através da monitorização permanente e da avaliação de perigos geológicos que afetam os Açores, incluindo a assessoria técnica e científica às autoridades regionais e locais de proteção civil e a vários outros órgãos governamentais, é reconhecido a nível regional, nacional e internacional, e mereceu por parte do Governo Regional a atribuição da declaração de Utilidade Pública, pelo Despacho n.º 1774/2013, de 4 de outubro, da Presidência do Governo, publicado no Jornal Oficial da RAA II Série – n.º 192. Mais recentemente, no dia 10 de junho de 2019, foi agraciado com a Insígnia Autonómica de Reconhecimento.

 
O CIVISA concretiza, presentemente, o disposto na alínea c), do número 2, do artigo 66.º da Lei n.º 2/2009, de 12 de janeiro, que aprova o Estatuto Político-Administrativo da Região Autónoma dos Açores.